Primeiro teste de um avião com asa de grafeno – Inovação Tecnológica

Avião de grafeno

Este é o Próspero, o primeiro modelo de avião a incorporar uma asa revestida com grafeno.

O voo e o desempenho da pequena aeronave estão entre os primeiros exemplos práticos de como o grafeno pode ser usado no setor aeroespacial, tirando proveito de suas incomparáveis propriedades mecânicas, térmicas e elétricas, características tão importantes para o setor aeroespacial e automotivo.

A proposta é que o grafeno seja usado como aditivo em termoplásticos e polímeros termoendurecidos para melhorar as propriedades mecânicas do material de base e também reduzir o peso final das peças.

O grafeno foi usado para compor um revestimento, uma espécie de “pele” para a asa, internamente feita de fibra de carbono – o grafeno também é carbono puro, mas fabricado na forma de folhas monoatômicas, com os átomos se estruturando na forma de favos de mel.

E os ganhos foram substanciais: em termos de resistência ao impacto, a asa revestida de grafeno do pequeno aeromodelo demonstrou uma resistência ao impacto até 60% maior do que a de uma asa de fibra de carbono convencional…

Matéria completa: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=aviao-asa-grafeno&id=010170161201#.WECLa_nivDc