O Certificado Digital garante a segurança nas vendas virtuais

Todos os indicadores mostram que, nesta segunda metade do ano, as vendas de modo geral devem apresentar dados importantes rumo à gradual saída da recessão. Não se pode ainda comemorar, afinal de contas o ritmo ainda está muito lento. Mas já é possível vislumbrar tempos melhores, com a criação de empregos e uma vagarosa recuperação dos níveis de atividade, sobretudo no comércio.

No que tange ao nosso segmento, temos tudo para atuar no sentido de ajudar nesse processo, afinal de contas o e-commerce precisa estar certificado digitalmente, possuir os selos de segurança, para com isso obter por parte do consumidor a certeza de estar fazendo uma compra segura. Temos, nesse período, feito alertas no sentido de que as pessoas devem tomar bastante cuidado e não serem levadas apenas pelo sonho de consumo.

Quando a economia passa por um severo período de recessão, como este que estamos atravessando, é comum que as pessoas se empolguem quando surgem os primeiros sinais de retomada. Isso pode levar a prejuízos incalculáveis e a experiências de compra que frustram e marcam para sempre. Uma operação ruim, que leve a um prejuízo, não engorda apenas as estatísticas de fraude, mas afugenta um cliente que poderia seguir comprando se tomasse os devidos cuidados.

Falo isso porque cabe a todos nós exercer esse papel educativo e de alerta no sentido de mostrar às pessoas de modo geral que comprar pela internet, por ser bastante cômodo e fácil, atrai muitas pessoas, pode representar grande economia, mas é algo que precisa ser feito com cautela. A compra pela internet não requer perda de tempo no trânsito, custos com estacionamento, o estresse de filas e procura de vagas e, mais que tudo, permite comparar qualidade e preço.

No entanto, é preciso verificar a existência de selos e outros sinais nas páginas das lojas para se assegurar que aquele site é certificado e que por isso garante o fluxo de dados para a realização segura da compra. É nosso papel fazer esses alertas e isso só fará nosso segmento ainda mais forte e parceiro do comércio.

 

Por: Antonio Sérgio Cangiano – diretor-executivo da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD)