IBM conseguiu registar dados em um átomo

A IBM deu um passo importante no sentdio de miniaturizar a computação e anunciou que conseguiu inserir dados num único átomo.

Com a descoberta da IBM Research, que é possível por exemplo por encaixar 26 milhões de músicas num equipamento como um smartwatch. O armazenamento de informação a nível atômico pode mudar radicalmente o cenário atual de computação, permitindo por exemplo, que um smartwatch ou um anel possam transportar toda a informação pessoal do usuário. Recorde-se que os grandes volumes de dados são importantes para a inteligência artificial, e para isso, será necessário reduzir o espaço necessárioo para guardar informação.

O pesquisador da IBM Chris Lutz explica que o armazenamento em escala atômica ainda deve estar a décadas de poder ser comercializado. Nesta fase, a equipa está obtendo apenas os primeiros resultados e ainda falta desenvolver os processos de fabricação sustentáveis e que os átomos permitam guardar dados durante longos períodos de tempo.

Veja matéria completa aqui por Exame Informática.