Honda explica: nova central multimídia do Fit 2018

ProEXR File Description =Attributes= channels (chlist) compression (compression): Zip16 dataWindow (box2i): [0, 0, 6999, 4199] displayWindow (box2i): [0, 0, 6999, 4199] lineOrder (lineOrder): Increasing Y pixelAspectRatio (float): 1.000000 screenWindowCenter (v2f): [0.000000, 0.000000] screenWindowWidth (float): 1.000000 =Channels= A (float) B (float) CESSENTIAL_Direct.A (half) CESSENTIAL_Direct.B (half) CESSENTIAL_Direct.G (half) CESSENTIAL_Direct.R (half) CESSENTIAL_Emission.A (half) CESSENTIAL_Emission.B (half) CESSENTIAL_Emission.G (half) CESSENTIAL_Emission.R (half) CESSENTIAL_Indirect.A (half) CESSENTIAL_Indirect.B (half) CESSENTIAL_Indirect.G (half) CESSENTIAL_Indirect.R (half) CESSENTIAL_Reflect.A (half) CESSENTIAL_Reflect.B (half) CESSENTIAL_Reflect.G (half) CESSENTIAL_Reflect.R (half) CESSENTIAL_Refract.A (half) CESSENTIAL_Refract.B (half) CESSENTIAL_Refract.G (half) CESSENTIAL_Refract.R (half) CESSENTIAL_Translucency.A (half) CESSENTIAL_Translucency.B (half) CESSENTIAL_Translucency.G (half) CESSENTIAL_Translucency.R (half) CGeometry_NormalsGeometry.A (half) CGeometry_NormalsGeometry.B (half) CGeometry_NormalsGeometry.G (half) CGeometry_NormalsGeometry.R (half) CGeometry_ZDepth.A (half) CGeometry_ZDepth.B (half) CGeometry_ZDepth.G (half) CGeometry_ZDepth.R (half) CInfo_NetworkRenderDebugging.A (half) CInfo_NetworkRenderDebugging.B (half) CInfo_NetworkRenderDebugging.G (half) CInfo_NetworkRenderDebugging.R (half) CMasking_ID.A (half) CMasking_ID.B (half) CMasking_ID.G (half) CMasking_ID.R (half) CMasking_Mask.A (half) CMasking_Mask.B (half) CMasking_Mask.G (half) CMasking_Mask.R (half) CMasking_WireColor.A (half) CMasking_WireColor.B (half) CMasking_WireColor.G (half) CMasking_WireColor.R (half) CShading_Albedo.A (half) CShading_Albedo.B (half) CShading_Albedo.G (half) CShading_Albedo.R (half) CShading_Alpha.A (half) CShading_Alpha.B (half) CShading_Alpha.G (half) CShading_Alpha.R (half) CShading_Beauty.A (half) CShading_Beauty.B (half) CShading_Beauty.G (half) CShading_Beauty.R (half) CShading_BloomGlare.A (half) CShading_BloomGlare.B (half) CShading_BloomGlare.G (half) CShading_BloomGlare.R (half) CShading_Components.A (half) CShading_Components.B (half) CShading_Components.G (half) CShading_Components.R (half) CShading_LightMix.A (half) CShading_LightMix.B (half) CShading_LightMix.G (half) CShading_LightMix.R (half) CShading_LightSelect.A (half) CShading_LightSelect.B (half) CShading_LightSelect.G (half) CShading_LightSelect.R (half) CShading_SourceColor.A (half) CShading_SourceColor.B (half) CShading_SourceColor.G (half) CShading_SourceColor.R (half) G (float) R (float)

De fácil operação, nova central oferece conectividade com Apple CarPlay e Android Auto, além de navegador integrado.

Um dos automóveis mais reconhecidos do mercado por sua versatilidade, qualidade e espaço interno, o Honda Fit, chegou ao mercado em setembro em sua versão 2018. O modelo da Honda recebeu importantes e marcantes aprimoramentos no design, segurança e conforto, tornando-o ainda mais completo e atraente para o consumidor.

Dentre suas novidades, a versão EXL passa a oferecer uma nova central multimídia de sete polegadas que traz navegador integrado e conectividade com o sistema Apple CarPlay e Android Auto.

De fácil operação, a nova central multimídia traz manuseio semelhante ao de um tablet, permitindo a operação intuitiva de mapas do sistema de navegação nativo, ou do Waze (por meio do Android Auto) além de permitir a reprodução de música via Bluetooth, por dispositivos portáteis, ou de serviços de streaming (via conexões Bluetooth, Android Auto ou Apple CarPlay).

Esse sistema de áudio vem ainda com visualização da câmera de ré em três ângulos de visão e indicação de distância por cores, com marcação de ponto máximo para abertura do porta-malas. Nesta versão, o sistema de áudio traz dois tweeters nas colunas frontais, enquanto o volante traz comando de voz, para operação das funcionalidades dos sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

O vídeo no Link explica mais detalhes do funcionamento desta nova central multimídia

 

Comercialização

O Honda Fit 2018 chega ao mercado em cinco versões – DX, LX, EX e EXL, além da nova versão Personal. São oferecidas transmissões manual na versão DX e CVT nas demais – com simulação de sete marchas nas versões EX e EXL.

Todas as versões trazem duas cores inéditas: o Branco Estelar Perolizado, novidade no Fit, e o Azul Boreal (metálico), que estreia no modelo. Compõem a gama o Branco Tafetá (sólido), o Prata Platinum e Cinza Barium (metálicas) e o Preto Cristal (perolizado). A linha possui três anos de garantia, sem limite de quilometragem.

 

Preços*:

DX – MT: R$ 57.800,00

Personal – CVT: R$ 68.700,00

LX – CVT: R$ 70.100,00

EX – CVT: R$ 75.600,00

EXL – CVT: R$ 80.900,00

*valores adicionais para pintura metálica (R$ 990) e especial (R$ 1.290)

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 22 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros produtos. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1500 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.br e www.facebook.com/HondaBR