Hoje, 31 de março é conhecido internacionalmente como “World Backup Day” ou “Dia Mundial do Backup”.

Há 10 ou 15 anos quando falávamos sobre backup, os principais tópicos da conversa eram a forma como os backups eram realizados, os widgets utilizados e o tipo de armazenamento de destino selecionado. Hoje, é sobre gastar menos tempo “fazendo backup”, e é esse princípio central que está no coração do Dia Mundial de Backup. Na Veritas, nossa crença é, não importa de qual maneira, apenas certifique-se que você está fazendo backup dos seus dados.

Sabemos que provavelmente fazer backup não é prioridade para a maioria dos negócios. Não reduz o custo, não aumenta a receita, mas evita a baixa produtividade – quanto mais recente o seu backup, mais rápido você pode recuperar dados, menos perda de dados e tempo de inatividade você sofre. Quando se trata de proteção de dados da Veritas, esses princípios são centrais.

A infraestrutura de TI física ainda desempenha um papel majoritário para muitas organizações, mas a adoção de virtualização de servidores aumentou na última década e provavelmente será eclipsada pela computação em nuvem em um futuro próximo. Dada a unidade do negócio para reduzir o custo da TI, mantendo ou melhorando o nível de serviço, é uma surpresa para nós na Veritas encontrar que muitas empresas ainda usam várias ferramentas para proteger os dados através destas diferentes plataformas.

Onde quer que a sua organização está a caminho de física para virtual para a nuvem, a chave é garantir não só que todos os seus dados críticos são protegidos regularmente e com frequência, mas também é rapidamente recuperável entre plataformas, a qualquer nível de granularidade é necessária.

Para saber como estamos ajudando as empresas a proteger dados, clique aqui: www.netbackup.com

Para saber como a Veritas ajuda as pequenas e médias empresas a proteger os dados, clique aqui: www.backupexec.com