EMBRAPII anuncia pacote de inovação que irá injetar R$ 100 milhões na economia

Além do credenciamento de novos Polos e Institutos, serão oferecidas 200 bolsas no Programa Bolsa Jovens Talentos.

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) anunciou nesta sexta-feira, dia 17, durante a reunião da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), em São Paulo, uma série de parcerias e Chamadas Públicas que irão injetar mais de R$ 100 milhões em recursos em inovação na economia. Entre as Chamadas para credenciamento de novos institutos de tecnologia, uma inédita com os Institutos Senai de Inovação (ISIs), um convênio com Sebrae destinado exclusivamente às micro e pequenas empresas e outro com a Capes/CNPq/IEL, que visa o aproveitamento do conhecimento de pesquisadores brasileiros no desenvolvimento de projetos EMBRAPII por meio do pagamento de bolsas.

A Chamada Pública 01/2017 será destinada aos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs), ligados ao Ministério da Educação (MEC). O objetivo é selecionar até três institutos, que passarão a se tornar Polos EMBRAPII IF. Para se candidatar, eles deverão demonstrar experiência no desenvolvimento de P,D&I para empresas em qualquer área. O financiamento é de até R$ 3 milhões em recursos EMBRAPII por Polo credenciado. Atualmente, há cinco Polos em atividade, que unem o setor produtivo ao setor acadêmico.

A segunda Chamada Pública – 02/2017 – é destinada exclusivamente aos Institutos Senai de Inovação (ISIs). Os candidatos precisam demonstrar experiência no desenvolvimento de P,D&I para o setor empresarial por meio de lista de projetos que totalizem R$ 5 milhões no período de 2014 a 2016. O financiamento será de até R$ 15 milhões em recursos por ISI credenciado. Serão selecionados até cinco institutos. A EMBRAPII já possui dois institutos credenciados: o Senai Cimatec, na Bahia, e o Senai Polímeros, no Rio Grande do Sul.

Já referente aos acordos, foi firmada uma parceria com o Sebrae, no valor de R$ 20 milhões, que visa o desenvolvimento de projetos de P,D&I para microempreendedores individuais (MEI) e micro e pequenas empresas (MPE). A instituição irá aportar os recursos para garantir o atendimento aos pequenos negócios. Do valor total de cada projeto apresentado pelas empresas, até um terço será subsidiado pela EMBRAPII e o restante será ficará sob encargo da Unidade e da empresa, mas com subsídio do Sebrae. Estima-se que com o acordo, cerca de 200 dessas micro e pequenas empresas sejam atendidas. No convênio foram definidas duas linhas de financiamento: a primeira, voltada para desenvolvimento tecnológico, destina-se apenas às micro e pequenas empresas; a segunda é de encadeamento tecnológico e pode contar com empresas de todos os portes – sendo que os recursos investidos pelo Sebrae serão destinados apenas à primeira linha.

Por sua vez, o acordo firmado entre a Capes, CNPq e IEL, visa a renovação do Programa Bolsa Jovens Talentos. Seu objetivo é estimular a inserção no mercado de trabalho de profissionais com experiência em desenvolvimento de projetos tecnológicos e de inovação. Serão oferecidas 200 bolsas – 100 (Capes) e 100 (CNPq) – nos valores entre R$ 4 mil e R$ 7 mil. Os profissionais irão atuar nas Unidades e Polos EMBRAPII contribuindo com sua expertise no desenvolvimento de projetos de inovação.

Para o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães, as medidas fortalecerão ainda mais a inovação brasileira e fortalecer os laços entre os setores produtivos e acadêmicos. “Além de novas Unidades e Polos que estarão aptos a desenvolver mais projetos junto às empresas, também queremos aproveitar a capacidade intelectual de nossos pesquisadores e estudantes, que têm muito a contribuir no fomento à inovação”, declarou.

Para a secretária de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Eline Neves Braga Nascimento, esta Chamada representa um novo passo no sentido da pesquisa aplicada desenvolvida nos institutos federais a serviço do setor produtivo, movimentando a inovação dentro e fora dos campi. “Nossa rede de qualificação é de excelência. Temos total condição de ajudar as empresas a desenvolver produtos de qualidade e competitivos”, declarou. O diretor geral do Senai, Rafael Lucchesi, também comemora a iniciativa. “A rede Senai já é a maior prestadora de serviços de inovação do país com mais de 25 mil empresas atendidas. Essa parceria será uma rampa para mais um trabalho exitoso junto ao segmento”, disse.