Cresce a emissão de Certificados Digitais: bom sinal para a economia

Aos poucos, nossos indicadores de emissões de certificados digitais mostram que a economia tem dado sinais positivos.

O número de certificados digitais padrão ICP-Brasil emitidos até julho, de acordo com o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), registrou aumento de 8,46% na comparação com o mesmo mês do ano passado. “Esse dado é muito importante, é um indicador de que o setor produtivo não está estagnado e a tecnologia de certificados digitais tem conquistado novas fronteiras. Mês a mês temos encontrado dados positivos e isso serve de parâmetro para toda a cadeia produtiva, significa que as empresas estão ativas, precisando do Certificado Digital para iniciar atividades ou para continuar seus negócios. Podemos ainda afirmar com certeza que as pessoas físicas têm percebido os benefícios que essa infraestrutura proporciona”, avalia Antônio Sérgio Cangiano, diretor Executivo da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD).

Outro dado bastante importante e que atesta a segurança de toda a indústria da certificação digital é o baixíssimo índice de fraudes constatado no sistema. Neste ano, até julho, foram registrados 213 comunicados de fraudes, um dado referente ao total de tentativas, no entanto sem sucesso significativo para o cyber crime. Desse total, foram confirmadas somente 85 fraudes, porém todas detectadas e fracassadas, ou seja, 0,0044% em relação ao total de certificados digitais emitidos, o que demonstra a segurança dessa infraestrutura. “Nosso setor tem feito pesados investimentos nesse sentido, incluiu a biometria no certificado e os resultados são esses, muito próximos de zero. Isso traz confiança e ajuda a manter o ritmo de emissão de novos certificados digitais”.

Em um ano, de agosto de 2016 a julho de 2017, foram emitidos 3,389 milhões de certificados digitais, o equivalente a uma alta de 5,53% em relação ao período imediatamente anterior. “Outro dado que nos tem chamado a atenção é o aumento proporcional da quantidade de certificados digitais para pessoas físicas, indicando que aos poucos percebe os benefícios de se utilizar de uma infraestrutura como esta, de baixo investimento, cerca de R$9,70 por mês”, destaca Cangiano.

“Com um certificado digital, as transações pela Internet são seguras e permitem às pessoas físicas e jurídicas realizarem tarefas como assinar ou autenticar emails, acessar sites protegidos por lei como o e-CAC, assinatura eletrônica, fazer interface segura com a Receita Federal para emissão de notas fiscais e escrituração fiscal e outros órgãos do governo em várias esferas, como é o caso inédito do Detran que a partir de fevereiro adotará a e-CNH”. Segundo Cangiano, o certificado digital está cada vez mais sendo percebida como a melhor ferramenta para assinatura e identificação eletrônica, sem a necessidade de o cliente ter que memorizar inúmeras senhas.