Ciêntistas recriam ciclo menstrual feminino em um chip

Cientistas da Northwestern University recriaram o sistema reprodutivo feminino em um sistema de tubos e válvulas. A inovação científica vai permitir perceber melhor o que pode causar abortos, por exemplo.

Uma equipe de pesquisadores se inspirou na anatomia humana, mas o produto final não se parece nada com o sistema feminino que conhecemos. No entanto, os cientistas dizem que a réplica consegue imitar vários comportamentos do sistema reprodutor. O aparelho é constituído por uma rede de cubos, cada um dos quais com bombas e válvulas que simulam pressão. Para se replicar uma condição particular, basta injetar os hormônios corretos para se conseguir uma reação, explica o Engadget.

O chip atual não inclui por exemplo, uma placenta e tem algumas outras lacunas. Será todavia, uma boa base de trabalho para se conseguir perceber melhor como o ciclo reprodutivo feminino funciona e conseguir melhores soluções para alguns problemas já detetados.

Via Exame Informática