Brasília recebe os Presidentes das empresas estaduais de TI para o último encontro do ano

Os líderes vão debater sobre novas medidas e impactos para o setor de TIC.

Os Presidentes das empresas estaduais de TIC se encontram, pela última vez em 2017, para discutirem e fazerem um balanço do ano e para alinharem o planejamento de 2018. O encontro é uma iniciativa da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP) e ocorrerá nos dias 23 e 24 de novembro, no Hotel Mercure Brasília Líder.

Na manhã do primeiro dia de reunião, acontece a abertura com autoridades locais: Deputados Federais (membros da Comissão de Desoneração da Câmara dos Deputados) e com a Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação).

À tarde, ocorrem debates sobre as leis trabalhistas e terceirização e sobre Parceria Público Privada, um importante desafio para as entidades de TIC. Teremos, também, as eleições para Presidente e Vice-Presidente do Conselho de Associadas e uma apresentação sobre a proposta que visa integrar plataformas digitais para o cidadão dos Estados com a do Governo Federal.

No dia 24/11, no primeiro horário, acontece o debate pautado pelos reflexos da reforma trabalhista. Posteriormente, será discutido o projeto de Lei da privatização da Eletrobrás e o impacto no uso das redes.

A ABEP mantém uma agenda de eventos ao longo do ano, sempre com o objetivo de enriquecer a discussão das políticas públicas sobre TI e fomentar a sinergia entre Estados, Municípios e Governo Federal.

Sobre a ABEP
Atua no fortalecimento da cooperação entre suas associadas em todo o País há quase quatro décadas.

Missão
Promover a cooperação entre as suas associadas e participar efetivamente na formulação de políticas públicas de TIC, nas diversas esferas governamentais, visando ao fortalecimento da informática pública como instrumento de gestão, prestação de serviços e cidadania.

As Afiliadas
Todas as empresas estaduais de TIC do País integram hoje a ABEP. Essa entidades atuam na busca da modernização administrativa, aliada à qualidade e produtividade dos serviços que os governos estaduais prestam à sociedade em setores como educação, saúde, transportes, segurança pública, habitação, entre tantos outros.