Black Friday: e-commerce investe em frete ecológico grátis para fidelizar clientes

Ação foi criada pela loja virtual AdsiveShop, que irá disponibilizar gratuitamente de 10 de novembro a 20 de dezembro entregas para clientes de Curitiba por meio da empresa Ecobike.

Pensando em estreitar o relacionamento com os clientes de Curitiba e também em aproveitar o mês do Black Friday para vender mais, a loja virtual AdsiveShop (www.adsiveshop.com.br), especializada em adesivos, placas e acessórios decorativos, criou uma ação sustentável que irá realizar a entrega dos produtos comprados pelo site de maneira ecológica e gratuita, feita de bicicleta pelos principais bairros da cidade.

De acordo com Luiz Fernando Natal, CEO e fundador da empresa, a ideia surgiu tanto para incentivar mais lojistas a criarem ações sustentáveis, quanto para fidelizar os clientes da cidade natal onde a loja foi criada. “Hoje Curitiba ocupa a terceira posição em nosso ranking de vendas, atrás de São Paulo e Rio. Como Curitiba é conhecida como a capital ecológica do país, pensamos em uma ação, que além de sustentável, aumentasse nossas vendas e oferecesse economia para os clientes que comprarem no site”.

Segundo Breno Nogueira, especialista em comércio eletrônico e head de marketing da Loja Integrada – plataforma para criação de lojas virtuais, com mais de 400 mil lojas criadas – investir em ações inovadoras ajuda os pequenos e médios lojistas a driblar a concorrência online e a atraírem mais clientes. “Cada vez mais os empreendedores digitais estão inovando frente aos grandes varejistas e isso é bem importante para crescer mais e se destacar”, comenta.

A ação estará disponível de 10 de novembro a 20 de dezembro para os consumidores de 23 bairros de Curitiba que realizarem uma compra pelo site da loja. Não existe um valor mínimo para os pedidos e a entrega será feita sem custo algum para o cliente e em parceria com a empresa Ecobike. “O cliente receberá o produto no endereço disponível e o mais legal é que além de sustentável, em alguns casos a entrega será mais rápida do que se fosse pelos Correios”, finaliza Luiz Fernando.