Banco de dados na nuvem? Por onde começar.

A primeira pergunta que devemos responder é: O meu aplicativo está na nuvem? Se está, via de regra, o banco de dados também deve estar. Parece óbvio, mas já observei sérios problemas em sistemas web por questões de latência – demora para estabelecer a conexão entre o aplicativo e o banco de dados. Como quase tudo na área de TI, há exceções, mas via de regra o banco de dados deve estar na mesma rede do aplicativo web conectado a ele.

Para casos específicos, soluções específicas. Se o seu sistema é um app Android, iOS ou Windows, existe a grande possibilidade de você precisar de um cache local para armazenamento dos dados principais, perfis de usuário, etc. Há diversas soluções possíveis, muitas fornecidas pelos próprios fabricantes dos sistemas operacionais, como Google e Microsoft, mas nesse artigo o foco são os aplicativos web, aqueles acessados a partir de um navegador como Chrome ou Firefox.

Se o seu aplicativo já está na nuvem, ou ainda vai ser desenvolvido na nuvem, o ideal é deixar o banco de dados na mesma nuvem. Não faz sentido hospedar o seu sistema na AWS e usar o banco de dados SQL Database no Azure. Como falamos no artigo anterior, há diversas opções a diferentes custos e de diferentes portes, a seguir vamos tratar de alguns. Quando se trata de armazenamento de dados na nuvem há uma infinidade de produtos e soluções muito diferentes, aqui trataremos em especial dos bancos de dados relacionais, como SQL Server, Oracle, DB2, MySQL e similares.

Veja matéria completa aqui por Profissionais Ti.