Artigo: Nova guinada no mercado de PCs

O segmento de computadores no Brasil vivia plena ascensão em 2010. A proliferação da Internet aliada ao bom desempenho da economia brasileira e à falta de concorrência com outros dispositivos que se popularizariam nos anos subsequentes – como tablets e smartphones – fizeram com que o País começasse a década com um pico histórico de vendas, com 13,7 milhões de aparelhos comercializados somente naquele ano, segundo informações da consultoria IDC Brasil. No entanto, o sucesso foi gradativamente se dissipando e o setor perdeu 27% de seu poder de mercado de 2011 para cá.

 

O que esse tempo áureo do mercado de PCs nos ensina é que, no segmento de Tecnologia, é preciso sempre evoluir e reinventar. O ano de 2017 dá indícios de que esta pode ser a fase de guinada do segmento. Há um novo horizonte para o setor, caracterizado pela retomada do crescimento econômico do País aliada à maior importância dada pelos próprios fabricantes ao mercado de computadores e à inovação em seus lançamentos.

A CES (Consumer Electronics Show), principal feira anual de tecnologia do mundo, trouxe diversas novidades que serão tendências nos próximos anos. PCs com sensores para escanear objetos em 3D, monitores com tecnologia 8K ou múltiplas telas acopladas, computadores com projetores embarcados, aparelhos com design mais refinado e materiais mais resistentes – como metal no lugar de plástico –, máquinas equipadas com sistema de resfriamento especial. São muitas as características que podem ainda ser implementadas e que transformarão os tradicionais PCs em dispositivos aspiracionais, inovadores e indispensáveis nos lares e escritórios brasileiros.

Veja artigo completo aqui por IP News.