A alternativa da Samsung ao Android pode ser um desastre, alerta pesquisador

A Samsung é bastante conhecida pelos seus dispositivos que utilizam Android, no entanto e no seguimento da sua estratégia a longo prazo, esta empresa pretende diminuir a sua dependência do Google com a ajuda do seu sistema operacional proprietário. De nome Tizen, é utilizado nas Smart TVs da marca, bem como nos smartwatches das series Gear, bem como em alguns Smartphone, como os Galaxy Z.

A Samsung pretende expandir o seu sistema operacional proprietário num futuro próximo, no entanto e de acordo com um pesquisador, essa situação deve ser um motivo de preocupação. Amihai Neiderman, pesquisador de segurança na empresa Equus Software, compartilhou recentemente uma informação preocupante no que diz respeito ao Tizen. Ele revelou que, o sistema operacional da Samsung tem cerca de 40 vulnerabilidades zero-day*, permitindo que pessoas mal intencionadas possam acessar e controlar remotamente a milhões de Smart TV’s, telemóveis ou outros produtos.

Numa entrevista ao site Motherboard, Neiderman não poupou o Tizen. Ele disse que o código do Tizen deve ter sido “o pior que alguma vez viu” e que as pessoas que o escreveram “não têm o mínimo conhecimento em termos de segurança”. “Isto é como ter um estudante universitário que ainda não acabou o primeiro ano e deixa-lo programar o seu software”, ele acrescentou.

Veja matéria completa aqui por Leak